sexta-feira, 18 de abril de 2008

Em Cristo ou Impostor?

"Uma mulher de 23 anos, fazendo um trabalho acadêmico na Universidade de Paris, escreveu o seguinte:
Para mim, um cristão é ou um homem que vive em Cristo ou um impostor. Vocês, cristãos, não percebem que é com relação a isto - ao testemunho quase superficial que vocês dão de Deus - que nós os julgamos. Vocês deveriam irradiar Cristo. Sua fé deveria fluir para nós como um rio de vida. Deveriam nos contaminar com seu amor por ele. É assim, então, que Deus, que era impossível, se tornaria possível para o ateu e para aqueles de nós cuja fé oscila. Não podemos evitar o choque, o transtorno e a confusão que sentimos ao ver um cristão que seja, de fato, como Cristo. E não o perdoamos quando ele não o é."
Convite à loucura, Brennan Manning

2 comentários:

v.carlos disse...

D+++! Brilhante e mt interessante...


Realmente ou um ou outro... Não existe Cristos Impostores ou Impostores Cristos.

O Cristianismo deve ser cristalino e para isso devemos nos esvaziar desses impostores dentro de cada um de nós.

Abração Marco
Aprecio mt suas leituras
Fique na Graça

Paulo Costa disse...

Magnífico! Ainda não li este livro do Brennan Manning. Todos os "cristãos" deviam meditar nestas palavras diariamente. Assim como nestas:
«Toda a nossa existência, todo o nosso ser deve proclamar o Evangelho aos quatro ventos; toda a nossa pessoa deve respirar Jesus, todos os nossos actos, toda a nossa vida devem proclamar que estamos com Jesus, devem mostrar a imagem da vida evangélica; todo o nosso ser deve ser uma pregação viva, um reflexo de Jesus, um perfume de Jesus, alguma coisa que proclame Jesus, que faça ver Jesus, que brilhe como uma imagem de Jesus» - Charles de Foucauld

Abraço fraterno em Cristo Jesus.